Principais doenças do couro cabeludo

As doenças mais frequentes no couro cabeludo são: caspa comum, seborreia, psoríase e alergias, não exatamente nessa ordem. Essas disfunções geralmente não implicam em problemas mais sérios, mas podem diminuir a qualidade de vida e autoestima.

Alergias no couro cabeludo

Não é comum o desenvolvimento de alergias por conta do uso de produtos capilares, apesar de que a venda desse tipo de produto não é uma liberada, mas sim notificada, dessa forma, a empresa vendedora informa a ANVISA que irá vender, por exemplo, shampoos e condicionares, e a instituição reguladora entende que são pequenas as chances do uso desses produtos provocar o desenvolvimento de doenças, porém, eventualmente poderá haver pessoas que irão desenvolver algum tipo de alergia a algum de seus componentes. E dependendo da extensão do problema, poderá ser necessária a consulta a um dermatologista.

Caspa comum

caspa-comumTambém chamada de caspa vulgar, ela pode ser originada a partir do uso de algum cosmético, além de estresse, má alimentação, ambiente poluído, e também fatores genéticos, neste último caso, há uma maior probabilidade para evolução da descamação para uma seborreia.

Shampoos anticaspa funcionam?

Existem alguns shampoos específicos para tratar a caspa, e eles realmente poder ter alguma eficácia. O único problema normalmente relatado pelas pessoas que utilizam esse tipo de shampoo é que os fios de cabelo acabam ficando muitas vezes endurecidos e sem brilho, pois o produto não tem agentes condicionantes que possam tratar o fio, além de retirar o excesso de oleosidade do couro cabeludo. Dessa forma, em grande parte dos casos, quando a caspa ou seborreia diminui, as pessoas interrompem o uso desses shampoos.

Deve-se ter em mente que a principal função do shampoo é tratar o couro cabeludo e não os fios, porém, como em sua aplicação ele obrigatoriamente terá contato com os cabelos, estes poderão ficar duros e sem brilho. O ideal é utilizar um shampoo para o couro cabeludo e um condicionar para a fibra, até porque o fio de cabelo não tem nada a ver com a caspa ou mesmo com a seborreia.

Psoríase

psoriaseA psoríase não tem correlação com produtos cosméticos, e tanto a caspa quanto a psoríase costumam aparecer em momentos de trauma emocional, tendo assim uma ligação intrínseca com problemas neurológicos. Dessa forma, qualquer fator que venha a gerar um alto nível de estresse poderá, caso exista predisposição genética, auxiliar no desenvolvimento da psoríase. Geralmente essa doença se manifesta em adultos, principalmente em descendentes de europeus dificilmente, assim, ela dificilmente surge em crianças.

Não há cura para a psoríase, apesar de haver tratamento, sendo os principais: banho de Sol no período matutino e relaxamento. Por fim, vale mencionar que a psoríase no couro cabeludo não tem relação direta com a queda de cabelo.

Apesar de 90% dos casos dessa disfunção compor à chamada psoríase comum, ela poderá tomar grandes proporções quando ocorrer em simultaneidade com outra doença, como, por exemplo, a AIDS.

Leia mais sobre outras doenças do couro cabeludo no link: http://calvicie.club/doencas-do-couro-cabeludo/